Catapora (varicela)

O que é catapora?
A catapora é uma doença altamente contagiosa causada pelo vírus varicela zoster.

Quem pode pegar catapora?
A catapora ocorre em todo o mundo, afetando pessoas de todas as raças, gênero e idade. Porém, é geralmente uma doença da infância, com a maior parte dos casos ocorrendo em crianças antes dos 10 anos de idade. Uma vez que uma pessoa tenha catapora, é improvável que a pessoa pegue esta doença outra vez, pois ela confere imunidade por toda vida.

Porém, indivíduos imunocomprometidos são sempre susceptíveis ao vírus, e medidas devem ser tomadas para prevenir ou modificar a doença, e medidas devem ser tomadas se houver exposição ao vírus.
Embora a catapora não recorra, o vírus permanece em algumas células da medula. Ele pode ser estimulado a reaparecer depois como herpes zoster.

Como é transmitida a catapora?
A catapora é altamente contagiosa e é facilmente disseminada de uma pessoa para outra pela respiração, em um ambiente contaminado por pequenas gotas eliminadas  pela tosse  ou espirros de uma pessoa infectada ou através de contato direto com o líquido de  feridas abertas. Uma pessoa que não é imune ao vírus tem 70-80% de chance de ser contaminada se exposta a outra que esteja em um dos estágios iniciais da doença.

Quais são os sinais e sintomas de catapora?
Em crianças geralmente se inicia como pequenas lesões elevadas que coçam, e evoluem para a formação de pequenas bolhas na barriga, costas e face, e então se espalha para outras áreas do corpo. Dependendo de cada caso, pode haver apenas algumas bolhinhas, ou o corpo inteiro pode estar coberto por algo entre 250 a 500 bolhas. Estas lesões coçam muito e são desconfortáveis. Algumas crianças também desenvolvem outros sintomas como febre alta, sintomas de gripe, vômitos e diarréia. A maior parte dos adultos que desenvolve catapora apresenta, 48 hs antes do início do quadro, sintomas como febre, mal-estar, dor de cabeça, queda de apetite e dor abdominal. Esta doença é geralmente mais grave em adultos, e pode até matar em casos complicados.
 


Catapora grave em um adulto


Catapora grave na face de uma criança


Vesículas (pequenas bolhas), típicas de catapora

Como se diagnostica catapora?
O diagnóstico é feito através do quadro clínico típico, com as lesões vermelhas que evoluem com a formação de pequenas bolhas. Lesões em diferentes estágios usualmente estão presentes. Uma pista para o diagnóstico é a exposição a uma outra pessoa infectada no período de incubação de 10-21 dias.

Qual o tratamento?
Para a maior parte dos pacientes, apenas tratamento dos sintomas da catapora é necessário. Cortar as unhas das crianças para estas se coçarem menos, anti-alérgicos e/ou uma loção de calamina podem ajudar.
Tylenol para febre.
O tratamento com aciclovir (agente antiviral) deve ser considerado em pessoas com mais de 12 anos que possuem um risco aumentado de desenvolver uma forma grave de catapora.
Pacientes imunocomprometidos com catapora necessitam de tratamento com aciclovir por via intravenosa. No caso de exposição ao vírus, a imunoglobulina contra varicela pode reduzir a gravidade da doença se administrada em até 96 hs do contato, mas não a previne totalmente.
A catapora pode atualmente ser prevenida através da vacinação com a vacina do vírus  atenuado. Como a doença é auto-limitada, e usualmente não complicada em crianças, há debates se deve ser administrada de forma rotineira. Atualmente esta vacina não faz parte do calendário de vacinação do Brasil.

Quais as complicações da catapora?
Em crianças saudáveis, a catapora geralmente evolui de forma auto-limitada, sem complicações.
Problemas que podem surgir em casos mais graves são:

Infecção bacteriana secundária das feridas, devido à coceira
Desidratação por  vômitos e diarréia
Piora de asma brônquica
Pneumonia viral
Embora as complicações a seguir possam ocorrer em crianças saudáveis, elas  ocorrem  com maior freqüência em imunocomprometidos e em adultos com catapora.
- Catapora disseminada
- Complicações neurológicas como síndrome de Reye, síndrome de Guillain-Barre e encefalite
- Púrpura e plaquetas baixas
- Exposição ao vírus da catapora pode causar sérios problemas em mulheres  grávidas que não tiveram catapora antes. A catapora durante a gravidez pode  causar pneumonia viral, trabalho de parto prematuro, e raramente, morte  da  mulher. Além disso, 25% dos fetos são infectados. As crianças podem ficar assintomáticas, ou desenvolver herpes zoster sem história prévia de catapora.

Como se evita pegar catapora?
Uma pessoa com catapora transmite a doença desde 1-2 dias antes do surgimento das lesões até que elas tenham desenvolvido crosta. Isto pode levar 5-10 dias. As crianças devem permanecer afastadas de sua escola ou creche até que este estágio infeccioso seja ultrapassado. Os adultos com catapora que trabalham com crianças também devem ser afastados do trabalho.
Pode levar 10-21 dias após o contato com uma pessoa infectada para que alguém desenvolva catapora. Devido às complicações graves que podem acontecer em pessoas de imunidade baixa e em mulheres grávidas, estas pessoas devem evitar  visitar amigos ou família quando houver um caso de catapora.

Caso haja exposição nestas situações, o médico deve ser contactado para o início de tratamento preventivo.


Copyright: New Zealand Dermatological Society