Zoster ou Herpes zoster

O que é o  herpes zoster?

A doença de pele chamada de herpes zoster apresenta-se como doença bolhosa, dolorosa, causada por uma reativação do vírus da catapora. A catapora é a infecção inicial pelo vírus herpes zoster. Durante esta infecção disseminada, o vírus é semeado para as células nervosas da medula, usualmente de nervos que fornecem a sensação para a pele. O vírus permanece em uma fase de repouso nestas células nervosas durante anos, antes de se replicar e atingir a pele para produzir o herpes zoster. Isto pode ocorrer na infância, mas é muito mais comum em adultos, especialmente os idosos.
 


 

O que causa o herpes zoster?

Esta infecção ocorre  devido  a uma queda temporária da resistência do organismo, que permite que o vírus comece a se multiplicar e possa assim afetar a pele. O fato de que esta doença ocorre mais em pessoas idosas decorre do fato que a resposta imunológica é mais fraca em pessoas mais velhas. Trauma, ou possivelmente estresse também podem contribuir para o surgimentto do herpes zoster. Indivíduos imunossuprimidos, incluindo aqueles com câncer, p.ex leucemia, linfoma, aqueles que estão se submetendo a uma quimioterapia ou radioterapia, transplantados, ou portadores de AIDS têm um risco maior de desenvolver Zoster, e, principalmente, de  apresentar as complicações decorrentes deste.

Quais são os sintomas do Zoster?

O primeiro sintoma é uma dor em queimação ou formigamento, associado a uma sensibilidade aumentada em uma determinada região da pele. Isto pode estar presente por 1-3 dias antes do surgimento de uma área de vermelhidão. Um grupo de  bolhas se forma  então, em uma base vermlha, que lembra muito as lesões da catapora. As bolhas geralmente duram por 2-3 semanas, vão se tornando progressivamente  mais secas, até se transformarem em  crostas e começar a desaparecer. A dor pode durar mais tempo. A dor decorrente do herpes zoster pode ser muito intensa, podendo ser necessária a prescrição de analgésicos. Uma complicação dolorosa chamada de neuralgia pós-herpética pode ocorrer em alguns pacientes idosos; raramente, nestes casos, a dor pode se tornar um problema crônico, de difícil tratamento.
O zoster em geral não deixa cicatrizes; isto pode ocorrer, porém, se houver infecção bacteriana associada ou se a pessoa aplicar  produtos irritantes nas lesões.

Quais são os locais do corpo acometidos pelo herpes zoster?

O herpes zoster em geral afeta apenas um lado do corpo. Mais comumente, as bolhas vão aparecer no tronco, incluinddo as coxas e a região da genitália. Se a região próxima aos olhos estiver envolvida, é importante a avliação de um oftalmologista, pois pode haver lesão ocular.

Quais são as complicações do herpes zoster?

A neuralgia pós-herpética, onde a dor constante ou episódica permanece por um longo período após a cicatrização  da pele.
Infecção das bolhaas por bactérias pode causar retardo na cictrização da pele. Antibióticos podem ser necessários. Uma outra complicação, que geralmente ocorre somente em pacientes imunossuprimidos é a infecção generalizada, que pode ser grave.

O zoster é contagioso?

O herpes zoster é bem menos contagioso que a catapora. Uma pessoa com herpes zoster pode disseminar o vírus  se  as bolhaas são rompidas e uma pessoa susceptível (alguém que nunca teve catapora) está próxima.

Como é tratado o herpes zoster?

O herpes zoster cicatriza em algumas semanas e raramente retorna. O tratamento consiste em analgésicos e compressas de água boricada nas lesões.
Em casos em que a região próxima aos olhos esteja afetada, ou em pacientes de imunidade reduzida, podem ser administrados antivirais, como aciclovir ou valaciclovir, para reduzir a replicação do vírus e diminuir as chances de que ocorram complicações.


Copyright: National Skin Centre (Singapore)